quarta-feira, 5 de março de 2008

Mais um livro de cozinha!




O que tem a cozinha italiana, para seduzir tantas pessoas? As hipóteses são várias: saborosa, saudável, atraente...Mas há algo mais, há a história, a influência da cozinha de outros povos, há a cultura, intimamente ligada à boa vida e consequentemente à boa mesa.
É bom não esquecer que este povo, cultiva as coisas boas da vida há milénios, lá práctica não lhes falta. Depois vem a sensualidade , sim, porque a comida italiana é sexy, como diz Jamie Oliver, seja lá qual for o significado disso! E dito isto, lembro-me logo de alguns filmes, como wall street e Heartburn, em que os casais protagonistas preparavam ou partilhavam refeições românticas com pasta. Nem a Disney resistiu aos encantos da pasta, criando aquela famosa cena de "A dama e o vagabundo", em que um fio de esparguete, leva os dois apaixonados caninos a darem um beijinho. Coisa mai fofa! Enfim, eu podia continuar e continuar. Mas se vocês  são daquele grupo de pessoas a quem  a cozinha italiana seduz, então têm que ler este livro.
 Ana Del Conte é milanesa mas vive em Inglaterra há décadas e é a seguir a Elizabeth David a mulher que mais divulgou a cozinha italiana em Inglaterra. Este livro é uma compilação das suas melhores receitas e das memórias a elas ligadas. Memórias da casa familiar em Milão e memórias das viagens de sabores que a levaram a várias zonas de Itália ao longo dos anos. É um livro para ter na cozinha mas também em qualquer canto da casa onde dê para sentar e ler. É uma leitura deliciosa, correm é o risco de serem movidos por uma vontade incontrolável de assaltar a despensa ou o frigorífico nas horas mais improváveis. Mas isso também  não deve ser um problema, pois se não gostassem de comida, não estavam agora a ler este texto.
Outro aspecto deste livro que me agrada, é o facto de fazer referência a textos e gastrónomos da Roma antiga. Eu sou Roma antigomaníaca, mas também nunca disse que era perfeita. Podia-me dar para coisas bem piores!...Mas voltando ao livro. Não tem fotografias, mas as histórias que conta, compensam essa falta. Por tudo isto, acho que é uma excelente companhia gastronómica...Para além da minha, claro:)

Print Friendly and PDF

1 comentário:

Odete disse...

Sempre bom um noovo livro de recitas.

UA-16306440-1