segunda-feira, 13 de julho de 2009

Vanoka


Quem é vivo sempre aparece!
Como já repararam não tenho passado muito por aqui ultimamente ( com muita pena minha).
A verdade é que com as férias de verão e os miúdos sempre por perto, não me sobra muito tempo para vir aqui falar convosco e deixar as muitas receitas que tenho na gaveta, à espera de verem a luz do dia. Contudo, continuo a cozinhar e a tirar fotos, sempre a pensar numa oportunidade de vir aqui e partilhar convosco as últimas experiências desta cozinha.
Hoje cá estou escondida no sótão em frente ao computador, a ver se consigo fazer esta postagem muito sorrateiramente, sem ninguém dar pela minha falta lá em baixo. Se conseguir 20 a 30 minutos de sossego para escrever, sem ninguém gritar mãeee... então já me dou por feliz!

Maça com canela é sempre um bom começo para um doce, pelo menos para mim! Principalmente quando se trata de tartes ou neste caso de pães doces.
Vanoka é o nome deste doce e é delicioso, é também muito útil nesta altura do ano com em que mais cedo ou mais tarde, lá chega a vontade de "piquenicar". Facilmente se embrulha em papel de alumínio para levar seja para onde for.
A razão pela qual não tenho fotos do recheio para vos mostrar é que fiz este pão numa tarde em que estavam cá em casa alguns amigos dos meus filhos e como os deixei à vontade para se servirem do doce, cortaram-no das mais variadas formas e feitios. O pouco que sobrou não estava minimamente apresentável, por isso decidi contentar-me com as fotos que já tinha.
Espero que vos agrade!

*Receita adaptada do livro "As receitas escolhidas" de Maria de Lourdes Modesto





Ingredientes:
400 gr. de farinha
10 gr. de fermento de padeiro fresco
2,5 dl de leite
1 colher de café de sal fino
50 gr. de manteiga
3 colheres de sopa de açúcar
2 gemas
1 ovo para pincelar

Recheio de maça:
2 maçãs
2 colheres de sopa de manteiga
3 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de canela
2 colheres de sopa de sultanas douradas

Preparação:
Peneire a farinha para uma taça.
Dissolva o fermento num pouco de leite morno e misture-o com 50 gr. do total da farinha.
Deixe levedar 15 m.
Faça uma cova no meio da restante farinha e junte a massa com o fermento, o sal e a manteiga derretida.
Misture bem e junte o restante leite morno ao qual juntou as gemas e o açúcar.
Trabalhe bem a massa até esta se desprender da tigela e fazer bolhas.
Polvilhe a massa com farinha, cubra a taça e deixe levedar em local ameno, durante 2 horas.
Depois sove a massa só para retirar o ar e estenda-a em rectângulo.
Ponha o rectângulo de massa num tabuleiro untado e enfarinhado.
No centro do rectângulo ponha o recheio de maça.
Com uma faca corte os laterais da massa em tiras enviesadas.
Cruze as tiras uma a uma por cima do recheio ( como quem faz tranças ) e pincele com o ovo.
Acenda o forno a 200º, marca 6 do fogão a gás.
Deixe a vanoka levedar 30 m. e leve ao forno até ficar dourada.

Recheio de maça:
Descasque e pique as maçãs, junte-lhes os restantes ingredientes e leve ao lume.
Deixe ferver 3 m., deixe arrefecer e aplique na massa.
Print Friendly and PDF

17 comentários:

Smsn - artes e ideias disse...

muito bom aspecto!!!!!!

bjsss

kikas disse...

só de olhar já se imagina como será o sabor...
ia bem agora agora para o lanche! ;)
bjs

Fla disse...

Ai que delícia de receita.
Bjs
Fla

Docinhos e Miminhos da SweetSofia disse...

Andas-te desaparecida.. mas voltas com coisas de fazer crescer água na boca!.. Está lindo este paozinho..
beijinhos

ameixa seca disse...

Com maçã e canela é receita vencedora. Acho que ninguém resiste a um pão doce :) Para mim só são dispensáveis as sultanas!

Cristina disse...

Revi-me um pouco nas tuas palavras sobre a falta de tempo... às vzees penso que conseguir ir à casa-de-banho é uma sorte sem ninguém gritar incessantemente "Mããããeeee!!!! Ehehehe

Está muito charmosa a tua Vanoka :)

Avental da Micas disse...

este paõzinho tem cá um aspecto!!!
Fica tipo brioche não é?
Já o imagino em cima da mesa para um pequeno-almoço de f.d.s (que é quando há tempo para o saborear...)

Amehlia! disse...

Sim!! E agradou muitão!!:)
LInda essa rosca e que recheio tão saboroso!!
Poderia me ajudar a descobrir o que é sultana dourada?? :(
Um bejim procê!!
Vinni
Lá do amehliadigital.blogspot.com

Carol disse...

É amiga, estou com esse mesmo problema de tempo por causa dos filhotes. Esse pão está lindo!! Beijos

Odete disse...

Que bom que apreceu e com essa tranca linda. Apetecia uma fatia bem generosa para acompanhar o cafe.
Criancas de ferias eh assim mesmo, muito barulho e agito.
Bjs

turbolenta disse...

Só de olhar até dá vontade de comer toda. E o recheio deve dar-lhe um gosto muitíssimo bom. E se as crianças comeram e gostaram só pode mesmo estar uma maravilha.
boa semana
bjs

Luciana Macêdo disse...

Não precisa da foto do recheio não amiga, o visul está maravilhoso.
Adoro pães doces e este recheio é o meu favorito.
Bjs!

edinha disse...

Ficou lindo !
Beijinho

Anónimo disse...

Parece otimo, vou tentar em casa e se der certo vou colocar em meu blog, é claro que direi de onde eu peguei..

abraço
Daniel
http://feitonahora.blogspot.com/

Michele disse...

Olá! Receita maravilhosa! Parabéns pelo blog!
Até mais!

Marta Fernandes disse...

Uau! Que blog fantástico, com receitas muito boas. Parabéns.

EE disse...

Fiquei fascinada com esta receita! Embora o meu avô paterno tenha tido uma padaria, a neta não sai nada a ele e não tem grande queda para este género de doces. Pena!
Um dia ainda vou tentar e se sair mal não digo nada a ninguém! Parabéns :-)

UA-16306440-1