sexta-feira, 11 de junho de 2010

Folhado de batata doce com morcela e grelos





..."Queimava. Um sol amarelo, denso, caía a pino sobre a nudez agreste da Serra Negra. As urzes torciam-se à beira do caminho, estorricadas. Parecia que o saibro duro do chão lançava baforadas de lume.
Madalena arrastava-se a custo pelo íngreme carreiro cavado no granito, a tropeçar nos seixos britados por chancas e ferraduras milenárias. De vez em quando parava e, atravéz dum postigo aberto na muralha das penedias, olhava o vale ao fundo, já muito longe, onde o corpo lhe pedira para ficar, à sombra de um castanheiro."...

Do livro "Bichos" de Miguel Torga







Foi a vontade de aproveitar ao máximo, uns poucos dias de férias, que nos levou através dos montes do belo Alto Douro vinhateiro, a caminho de são Martinho da Anta, para conhecer a casa onde Miguel Torga nasceu e ver de perto os cenários (agora muito diferentes) descritos pelo autor nas suas obras.
É provável que por esta altura, estejam a perguntar o que é que o Miguel Torga ou a sua casa, têm a ver com um folhado de batata doce, morcela e grelos!... É simples, foi pelo caminho que parámos para comprar a dita morcela, que depois, mais tarde e já em casa se cozinhou e serviu de recheio a um folhado estaladiço e tufado, que depois de aberto, deixou a descoberto cheiros e sabores bem portugueses. Grelos refogados em azeite e alho, misturados com morcela cozida (desfeita) e rodelas de batata doce.
Um petisco digno de qualquer prato ou travessa que se preze!

Bom fim de semana e boas patuscadas!




Folhado de batata doce com morcela e grelos


Ingredientes: para 1 folhado
2 placas de massa folhada
1 colher de sopa cheia de grelos cozidos em água e sal
2 colheres de morcela cozida
3 rodelas finas de batata doce
1 colher de sobremesa de manteiga com sal
Sal

Para os grelos:
1 dente de alho
1 colher de sopa de azeite

Para o folhado:
1 ovo
1 colher de sopa de leite
água



Preparação:
*Coze-se a morcela em água por 10 minutos (a que sobrar pode usar num arroz de lavrador por exemplo) e reserva-se.
*Cozem-se os grelos em água e sal, até ficarem tenros, escorrem-se e refogam-se no azeite com o alho por 2 ou 3 minutos, mexendo para não queimar, reserva-se.
*Branqueiam-se as rodelas de batata doce em água a ferver, por 3 a 4 minutos.
*Numa sertã põe-se a manteiga, leva-se a derreter e fritam-se as rodelas de batata doce, de um lado e de outro, em lume lento, até ficarem tenras.
*Pré-aquecer o forno a 190º, marca 5 do fogão a gás.
*Mistura-se a morcela desfeita com os grelos refogados.
*Numa superfície enfarinhada, estende-se uma placa de massa folhada e corta-se um círculo com uns 13 cm de diâmetro.
*Estende-se outra placa de massa folhada e desta vez corta-se um círculo com 15 cm de diâmetro que vai ser usado para cobrir o recheio.
*No círculo de massa mais pequeno, põem-se primeiro 3 rodelas de batata doce e em cima um montinho de morcela com grelos.
*Pincelam-se as extremidades da massa com água.
*Põe-se o círculo maior em cima do recheio, moldando a massa à volta do mesmo e pressionando nas extremidades para as unir, pincela-se novamente com água.
*Bate-se o ovo com o leite e pincela-se todo o folhado com o líquido.
*Vai ao frigorífico por 15 minutos.
*Pincela-se de novo com o ovo e leite batidos e vai ao forno num tabuleiro forrado com papel vegetal por 20 minutos ou até ficar bem dourado.
  Print Friendly and PDF

11 comentários:

♥♥ belinhagulosa ♥♥ disse...

Que maravilha amiga,ficou lindissimo,jinhosss

»¤Þ䵣䤫 disse...

Ficou muito lindo, parabéns! Bjinhos

Sónia N. disse...

Adorei... é daquelas comidas que me aqueçem a alma.

Bjinho

deny disse...

Che bonta' e che luoghi meraviosi. Complimenti. deny

Laranjinha disse...

Olá Mónica,

do livro Bichos do Miguel Torga adorei o conto que citas. Lembro-me que me impressionou a história de Madalena e desta dar à luz sozinha.

O folhado está fantástico.

Beijinhos,

Giuky disse...

buonissima questa torta salata!:)
bravissimaaaaa!:)e complimenti per il blog..:D

Fatima disse...

O folhado ficou maravilhoso......e adorei o texto!
Beijinhos

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
MARAFUZ disse...

Fantástico!

Adorei o prato amarelo. ando á procura de um do género. Onde comprou?

Parabéns pelo blog. Descobri através de outro e vou seguir.

Moira disse...

Bonitas as palavras de Torga, lindas as paisagens do Douro que eu tanto gosto e para o folhado não tenho nem palavras :))

Jorge Ramiro disse...

Sua receita é grande e também tem boa apresentação. Isso é importante, porque às vezes é muito importante a estética dos alimentos. Eu trabalho com ums restaurantes em perdizes e é muito importante que as receitas sejam agradável e que ricas. Se você atende a esses dois requisitos, então as pessoas vão voltar para o restaurante para comer. Caso contrário, as pessoas não vão voltar.

UA-16306440-1