terça-feira, 26 de outubro de 2010

Sopa antiga de Alcains




Descobri esta sopa por acaso, como aconteceu com algumas das melhores coisas que fui descobrindo ao longo da vida.
Uma ida à Feira do livro no Porto numa tarde quente de Junho, foi o que bastou para trazer para casa mais um livro sobre cozinha tradicional portuguesa. Para o ano já decidi que o tema de busca na Feira do livro vai ser, " Métodos engenhosos para arrumar livros (de cozinha e não só) num número limitado de prateleiras". Já pensei em fazer mesas de apoio de pilhas de livros mas com uma cadela a deambular pela casa, a solução não me pareceu muito práctica. A ver vamos!
A sopa antiga de Alcains é mais uma das muitas receitas do repertório tradicional português que nos mostra e ensina que não é preciso uma vasta e complicada lista de ingredientes para se comer uma refeição saborosa e nutritiva!...
O povo português sempre conheceu de perto o sacrifício, por isso, na cozinha, teve que aprender a fazer com o pouco que tinha, o melhor que podia . E que coisas extraordinárias ele fez!
Esqueçam por momentos a velha (ou não tão velha assim) guerra nutricional. Feijão com pão sabe bem! Aliás é do mais saboroso que há! - Dou os meus parabéns aos estóicos que resistem a molhar o pãozinho no molho da feijoada ou do arroz de feijão malandro - Juntem-lhe agora a cebola refogada no bom azeite, tudo  temperado de sal, pimenta e cominhos, ponham-lhe dois ovos batidos por cima e um pouco mais de azeite e levem ao forno a tostar, provem e depois, só depois! Digam de vossa justiça.
Usem bom pão, bom azeite e feijão seco, o resultado será uma sopa saborosíssima.

Do livro "Cozinha regional portuguesa" de Maria Odete Cortes Valente 







Ingredientes: para 4
250 gr. de feijão vermelho seco
1 dl. de azeite
1 cebola média picada grosseiramente
Fatias finas de pão já seco (entre 8 a 10 fatias)
2 ovos batidos
2 colheres de sopa de azeite a ferver
Sal
Pimenta preta
Cominhos

Preparação:
*Demolha-se o feijão durante a noite.
*No dia seguinte, coze-se o feijão, até ficar tenro e tempera-se de sal no fim da cozedura, reserva-se o caldo da cozedura.
*Pré-aquece-se o forno a 200º, marca 6 do fogão a gás.
*Num tacho, aloura-se a cebola no azeite (1 dl. ), até ficar transparente, junta-se o feijão e o caldo e tempera-se com pimenta e cominhos a gosto.
*Forram-se as paredes e o fundo de um alguidar ou tacho de barro (não muito grande) com as fatias de pão e dentro pôe-se o feijão com o caldo, cobre-se com os ovos batidos e de seguida com as 2 colheres de sopa de azeite a ferver.
*Vai ao forno alguns minutos só para alourar.
*Come-se bem quente. Print Friendly and PDF

12 comentários:

Carla disse...

Mónica,
Da última vez que mudei de casa desesperei por causa dos livros: de 2 humildes estantes saiam livros que não acabavam, até parecia que se reproduziam. Nem vale a pena dizer que na nova casa eles continuam a multiplicar-se, mas como espero não mudar tão cedo vou continuar a encher as prateleiras de tesouros.
Quanto a esta sopa, mesmo não sendo grande apreciadora de feijão (do feijão em si, não do sabor que transmite aos restantes ingredientes...manias!), era capaz de fazer e provar esta sopa. Vou aguardar um daqueles dias frios que passamos em casa de chinelo no pé e de manta nos joelhos.
Beijinhos

Isa Lourenço disse...

Que rica sopinha!!!
Óptima para esta altura que começa a ficar mais fresco.

Bjocas

Amigos e cozinhados disse...

Sabes que me tenho debatido com a mesma questão(o meu marido acha que já encontrou a solução - umas prateleiras hiper altas numa certa zona da cozinha - o meu grande problema é a falta de acesso!). Não tenho culpa de ter nascido baixinha. :)
Quanto à sopa, óptima para esta época do ano em que o friozinho já se começa a fazer sentir.
Bjinhos e até um destes dias!
Estava para ser hoje ao almoço, mas depois conto-te a minha aventura.

ameixa seca disse...

Uma sopa diferente daquelas que nos fomos habituando a comer. Mas gostei muito da ideia, até para aproveitar o pão :)

bakinginlisbon disse...

Esta sopa deve ser deliciosa, até fiquei com fome só de olhar!

Miguel disse...

Aprecio bastante pratos com feijão. A sopa parece-me óptima, só pergunto duas coisas: tem mais caldo do que o que parece na 1ª foto? E o que acontenceu aos ovos batidos? É que notam-se pouco.
Um abraço.
Miguel (Cozinha Sem Tabus)

monica Pinto disse...

Carla,
Quando se gosta de livros, como é o nosso caso, arranja-se sempre mais um cantinho onde guardá-los, mas como as casas não esticam, por vezes é complicado!:)
Esta sopa é muito simples mas a verdade é que é muito saborosa. Cá em casa todos gostaram.
Beijinhos

Isa Lourenço,
É verdade! É a típica sopa para dias mais frios. Aquece, nutre e conforta.
Beijinhos

Amigos e cozinhados,
Temos exactamente o mesmo problema. Prateleiras muito altas para mim também não dá. Ser baixinha tem destas coisas!:)
Até breve e beijinhos

Ameixa seca,
É uma boa receita para tempos de crise!
Beijinhos

Bakinginlisbon,
É muito simples e muito boa.
Beijinhos

Miguel,
Em resposta à tua 1ª pergunta, o caldo não é muito, fica ao nível do feijão ( sem o cobrir!) mas como deves calcular é absorvido pelo pão e como a sopa vai ao forno a tostar, fica com a superfície seca.
Quanto à 2ª pergunta, os ovos, não se notam porque o alguidar é fundo e eles "descem", mas estão lá! A função deles é engrossar um pouco o caldo.
A cozinha tradicional portuguesa é rica em sopas assim, robustas. Chamam-se sopas mas em tempos idos eram comidas como prato principal.
Abraço

moranguita disse...

por mim venham dai o feijao com tudo
eu como
entao os molhos da feijoada o pao nao falta depois nota-se lol
mas paciencia nos aguentamos
a sopa tem boma specto
beijinhos

Ricardo.Bebe.Come disse...

Experimentei esta sopa hoje! :D excelente! muito boa e aconchegante!

Dêem uma vista de olhos no meu blog para outras sugestões ;)

Ricardo

Liliana disse...

Que delícia de sopa!
Sou daquelas pessoas que não resiste molhar pão num bom molho.
Feijoada então...
Alcains é terra de boa comida, bons queijos, enchidos fumados do melhor, sempre que é possível delicio os amigos com esses sabores que trago da Beira (de onde sou original) com os quais cozinho e recomendo no blog.
Não conhecia esta sopa mas sem dúvida que vou experimentar.

Vma Amaral disse...

Como se chama esta sopa?

Vma Amaral disse...

Desculpem a minha pergunta anterior.
Já descobri: Chama-se "Sopa da Matação"

UA-16306440-1