quarta-feira, 3 de novembro de 2010

A few of my favorite simple things

E por falar em coisas simples...
And speaking of simple things...







Meadas de lã, fofas e coloridas.
Gosto de mergulhar as mãos na maciez da lã... e de novelo em novelo ir construindo desenhos e texturas.

Skeins of wool, fluffy and colorful. I like to dip my hands in the softness of the wool and to build drawings and textures, skein by skein.






E por falar em lã, aqui está o meu novelo canino de lã branca que apesar de já estarmos em Novembro ainda continua a espalhar tufos de pêlo pela casa.
Abençoado seja quem inventou o aspirador!

And speaking of wool, here is my white canine ball of wool that spite the fact that we are already in November, keeps spreading balls of fur through the house.
Blessed the one who invented the vacuum cleaner.






"...Nessa mão onde cabia, perfeito meu coração..."
Pedra em forma de coração encontrada na praia, pelo meu filho mais novo, entre tantas outras. Guardou-a e quando chegou a casa, ofereceu-ma. Agora faz parte dos meus tesouros.

"...In that hand where perfect my heart fit"
Heart shaped stone, found at the beach by my youngest son. He kept it and when he arrived home, gave it to me as a present. Now it is part of my treasures.





Água pura e cristalina que não pára de correr por entres as pedras do Gerês.
A perfeição em estado líquido, com um pequeno senão, está sempre GELADA!

Pure, crystalline water, always running among the sotnes of Gerês.
Perfection in liquid state, with a small catch, is always FREEZING!





Palavras leva-as o vento...
À palavra escrita nem o vento a leva, é eterna.

Words blow with the wind...
The wind can not take the written word, it is eternal.





O céu azul que no Gerês é ainda mais bonito.
Gosto de me deitar no chão das matas e ver o azul a romper por entre a copa das árvores.
Se eu podia viver sem isto? Podia, mas não era a mesma coisa...

The blue sky that in Gerês is even more beautiful.
I like to lie on the floor of the woods and to see the blue breaking through the treetops.
Could I live without it? I could, but it would not be the same.





Era uma vez uma abelha e uma flor...
Eu e as abelhas somos amigas de longa data. Eu semeio as flores onde elas gostam de pousar e em troca elas deixam-me assistir de perto ao verdadeiro jogo de sedução que é a colheita do pólen.
Este é um dos momentos National Geographic da minha pequena horta. Também há o episódio da mãe gafanhoto que achou que a minha glicínia era o ninho ideal para ter a sua prole. Caso não saibam, os gafanhotos fêmea são tamanho XXL, os machos são tamanho XL, tudo gente grande como podem imaginar. Conclusão, agora tenho uma "ninhada" de gafanhotos enormes a comer descarada e furiosamente a minha pobre glicínia, mas desses eu prefiro nem tirar fotos. Com eles eu fiz um trato, comem a glicínia à vontade com a condição de jamais levantarem voo na minha presença. Acreditem que a minha reação perante um insecto destes a voar, não é bonita de se ver! Cómica sim! Bonita não.


There once was a bee and a flower...
Me and the bees are longtime friends. I sow the flowers were they like to perch and in return, they let me watch closely to the game of seduction that harvesting pollen is. This is one of the "National Geographic" moments of my small garden. There is also the episode of the mother grasshopper who found my wisteria to be the perfect nest for her offspring. In case you don´t know, female grasshoppers are XXL size, males are Xl, all big "folks" as you can imagine. Conclusion, I now have a "litter" of little grasshoppers (that soon will be big) eating furiously my poor wisteria, but of those I prefer not to take any photos. I made a deal with them, they can eat my wisteria in one condition: They  can never, under any circumstance, lift flight in my presence. Believe me when I say that my reaction to a flying grasshopper, is not a pretty thing to see. Comic? Yes, but not pretty.





Pés descalços a caminhar na terra (estes não são meus!).
Bare feet walking in the ground (these aren´t mine!)






And last but not least.
Ingredientes frescos, quem é que não gosta?
Cozinhados ou comidos crus são sempre um prato cheio!

And last but not least.
Fresh ingredients, who doesn`t love them?
Cooked or eated raw, they are always a treat!


Print Friendly and PDF

10 comentários:

Babette disse...

Adorei conhecer-te um pouco mais por estas coisas belas que partilhaste!....
De igual modo aprecio o céu azul, as árvores e as flores (mas a simpatia pelas abelhas não!..... ainda que adore mel - vê lá a minha gulodice de pequeno almoço de há uns meses para cá: todos os dias de 2ª a 6ª como pão com manteiga e mel! as duas coisas na mesma fatia!...)
Também adoro ler e o contacto físico com livros. o toque das folhas e o seu cheiro...)
E claro que tb gosto muito dos ingredientes frescos!!!!
beijos
Babette

Filipa disse...

Entre outras coisas ( que vou segredando aos poucos)...I love Blogs! :) Beijinhos

Bombom disse...

Que belo este Ponto de Encontro!
Não me fales do Gerês que eu adoro, mas que me dá cá umas saudades de quando os filhos eram pequeninos e passeávamos por lá!...E as lãs? Tantos casacos e camisolas me passaram pelas mãos desde o novelo até à obra feita. Ainda tenho as revistas com os modelos e acho que ainda estão actuais!
Não tenho cãozinho, mas tenho uns poucos de gatitos "selvagens" que fazem ninho debaixo do tanque do meu quintal da aldeia. E quando lá chego em cada Primavera, vêm mostrar os novos filhotes!
Das abelhas não tenho receio porque desde pequena me disseram que as abelhas não mordem: só se as assustarmos. As vespas é que mordem, e eu não gosto muito delas.
E, claro, os legumes frescos da horta, haverá coisa mais bela do que as suas cores, como as do tomate, ou os seus perfumes, como o do manjericão?
Lindo post, com muita Poesia a envolvê-lo! Bjs. Bombom

Cinha disse...

O teu post está perfeito!
Enquanto o lia sonhava com todos os locais dos quais partilho o imenso gosto!
Beijinho grande.

Manuela disse...

Mónica, lindo este teu desfilar de coisas boas da tua vida, sendo que algumas, também são nossas :)

Tati disse...

Amiga,
BOA TARDE!

Quantas vezes já fomos à presença do Senhor para lhe pedir
alguma coisa? E quantas vezes Ele nos ouviu com carinho? É
claro que não há limites para buscarmos ao nosso Deus. Ele
nos ama e tem prazer em atender a tudo aquilo que nos serve
de bênção e edificação. Mesmo quando a Sua resposta é “não”,
podemos ter a certeza de que é a melhor resposta para as
nossas necessidades, sejam elas espirituais ou materiais.
Se estamos aflitos, podemos buscar ao Senhor para pedir
alívio e alegria. Se estamos envolvidos em dúvidas, podemos
ir a Ele para receber fé e esperança. Se estamos presos a
sentimentos religiosos que nenhum proveito espiritual pode
produzir em nosso crescimento, podemos esperar que Ele nos
concederá a liberdade de servi-lo e ser feliz.
Nunca é tarde para que nos coloquemos diante do altar de
Deus para lhe pedir que preencha o nosso coração de amor, de
generosidade, de humildade e de firmeza espiritual. A nossa
vida se transformará e caminharemos pelas ruas desse mundo
espalhando a luz que é própria daqueles que vivem na
plenitude das bênçãos celestiais.
O Senhor jamais se incomoda por irmos a Ele fazer pedidos.
Ele sempre nos atende — ou do jeito que pedimos ou de outra
maneira, ainda melhor para nós. Ele não nos recrimina e nem
nos atende de mal-humor. Está sempre de braços abertos para
nos envolver com Seu carinho inigualável.
Você tem algum pedido a fazer e não sabe a quem? Vá direto a
Deus!
Bjs
Feliz Final de semana!
Meu novo blog: http://sigajesuslovesyou.blogspot.com/

Naty e Carlos disse...

"A vida é uma maravilha para todos aqueles que sabem viver e conhecem o verdadeiro pulsar da vida eterna que jamais se acaba."
Mil Bjs com carinho

Cristina Antunes disse...

Há sempre referencias que nos marcaram e marcarão no futuro...

A Mónica e o seu Pratos & travessas também me marcaram!
Admiro o seu blog e sigo-o com a atenção merecida.

Só me resta felicita-la pelo trabalho desenvolvido e pelo Restaurante que espero conhecer em breve.
Convido-a a visitar o meu espaço que nasceu muito recentemente a partir do projecto de um restaurante que não chegou a crescer por motivos que agora já interessam.

Votos de um bom fim de semana.

familia antunes disse...

Por entre algumas coisas simples mas ao mesmo tempo importantes ficamos a conhecer um pouco mais da pessoa que está por detrás deste maravilhoso blog...
Beijinhos nossos e boa semana de trabalho...

Vânia Costa disse...

Que boa partilha querida! :)
São aspectos pequenos, imperceptíveis à maioria das pessoas, mas coisas tão boas! :)
Concordo com todas elas e sinto-me ligada a todas...
És um amor de pessoa! :)

Um grande beijinho e continua a disfrutar das coisas simples, mas que são só tuas!!

UA-16306440-1