quarta-feira, 2 de março de 2011

Da adolescência e das empadas...





Os dias por aqui têm andado cinzentos e não é porque está de chuva, e também não é porque se me queimou qualquer coisa no forno, e assim de repente fiquei com a casa cheia de fumo. Não, não é nada disso. É que a adolescência baixou em força nos meus dois rebentos, e eles como bons rapazes que são, insistem em fazer dela um posto vitalício e cheio de regalias. Regalias essas que vão desde a presunção de que eles é que sabem tudo, logos os miúdos cá em casa somos nós. Que são independentes e  por isso a entidade paternal é careta porque só está bem a cortar-lhes as "asas". A lista é interminável. Enfim a velha "generation gap" da praxe. Mas também, nunca ninguém disse que iria ser fácil gerir uma casa, um restaurante e dois rebeldes ao mesmo tempo, pois não? Então toma lá que é para eu aprender.
Vai daí num destes dias, fiz uma visita ao quintal da minha sogra. Os ares do campo sempre me ajudaram a lidar melhor com as crises existenciais (as minhas e as dos outros). E o passeio até acabou por dar frutos, ou melhor, brócolos, fresquinhos, a pedirem uma receita fácil, fácil, daquelas assim pufft pafft e já está. Sim que isto das crises, sejam elas quais forem dão-me cá uma fome!
Já em casa foi só juntar uns ovos caseiros, umas quantas fatias de paio e temperar tudo com oregãos, sal e pimenta preta.
Untei formas com manteiga, cubri-lhes o fundo com os brócolos cozidos e por cima verti a mistura de ovos. E mesmo antes de entrarem para o forno, umas colheradas de ricotta deram o toque final. Vinte minutos depois, lá saíram elas do calor, douradas e tufadas, a merecerem uma ovação de pé. Lindas meninas!
Já da adolescência não posso dizer o mesmo. Palpita-me que as idas ao quintal da minha sogra vão passar a ser mais frequentes. Pelo menos restam-me sempre as empadas...

Receita de molho de tomate caseiro.

*Para os vegetarianos: Descartando as fatias de paio, aqui fica mais uma sugestão verde, nutritiva e saborosa.








Ingredientes: 4 pessoas
12 ovos
12 fatias de paio finas
1 colher de sopa de oregãos secos
200 g. de brócolos mais coisa menos coisa
1 caixa de ricotta de 200 ml.
Sal e pimenta preta a gosto









Preparação:

*Coza os brócolos em água a ferver temperada com sal a gosto , até começarem a ficar tenros. Eles acabam de cozer no forno.
*Escorra os brócolos e enquanto eles arrefecem um pouco, bata os ovos e tempere-os de sal e pimenta e junte também os oregãos.
*Pré-aqueça o forno a 180º, marca 4 do fogão a gás.
*Unte 4 formas de soufflé pequenas ou então 2 terrinas de forno não muito altas, com manteiga.
*Cubra o fundo de cada forma com os brócolos e verta a mistura de ovos por cima. de seguida ponha 3 fatias de paio em cada forma, dá um efeito mais bonito de puserem as fatias em pé e não apenas mergulhadas nos ovos. Se usarem terrinas, ponham 6 fatias em cada uma, mas espalhadas como se de uma pizza se tratasse.
*Por fim, ponha umas colheradas de queijo ricotta mesmo no meio das "empadas" e leve ao forno por 20 minutos ou até os ovos cozerem e as empadas ficarem douradas.
*Servem-se com molho de tomate caseiro. Print Friendly and PDF

15 comentários:

No Conforto da Minha Cozinha... disse...

Adoro empadas e estas estão lindas e com um aspecto maravilhoso.
Beijocas*

Célia disse...

Bem, que delicia de empadas, adorei a mistura dos ingredientes.
Em relação á adolescência, enfim, pouco terei a dizer, a não ser que é isso que me espera, a mais mais velha tem 10 anos e já tem a mania que já sabe tudo. Paciência, muito paciência.
Hoje como pais temos de estar muito mais atentos, do que os nossos pais estiveram, os perigos são outros, e muito mais acessíveis. è a minha opinião.
Coragem.

paula MARIANA disse...

Sei bem do que falas Mónica tenho 4 filhos todos rapazes e a fase dos15 aos 18 é terrivel tenho dois nessa fase mas o mais velho esta na Universidade mas também ainda se acha cheio de razão só pensa no bem estar dele e independência (com o dinheiro dos pais hehehe) e olha temos de arranjar carradas de paciência, nós também passámos essa fase embora fossem outros tempos e outras manias...

Enquanto isso vamo-nos deliciando com estas empadas hehehe.

Beijinhos e tudo de bom!!!

paula gomes disse...

Olá
Sou leitora assídua do blog, pelas receitas, pelas fotos e principalmente pela clareza e criatividade dos textos, muito bem escritos. Parabéns!
Paula Gomes

Rosa Maria disse...

Adorei as suas receitas e o seu blog.Beijos.
Rosa Maria

deny disse...

Buonissimo, anche dalla fotografia, viene voglia di mangiarlo!!!!!!!Buon pomeriggio deny

Cláudia disse...

Esta receita está fabulosa. Esta, vou experimentar na minha cozinha.

são33 disse...

FICARAM O MÁXIMO...PERFEITAS.
BJS

familia antunes disse...

Uma sugestão muito interessante... gostei...
Já apontei no meu caderninho...
Obrigado pela partilha...

Estas fases da adolescência mais dia menos dia passam... e o importante mesmo é recarregar baterias naquilo que mais prazer nos dá....
Beijinhos

A Paixão da Isa disse...

huau ficaram lindas gostei beijinhos

Babette disse...

Já me estou a imaginar no quintal da sogra a procurar leveza espiritual para aguentar a mesma fase da adolescência...no meu caso, se uma só vez, mesmo a dobrar!
Babette

moranguita disse...

que rico quinal e o privilegio de viver no campo e uma das coisas que mais gosto..
as empadas estão um mimo .
beijinhos

Filipa disse...

Qualquer crise se cura com estas empadas...acho eu! Lindas as fotos...mesmo, mesmo a chamar por mim...quem me dera ser adolescente outra vez....para ter uma crise...com direitos e regalias e empadas deliciosas! Um beijinho :)

Anna L'Agarto disse...

também tenho dois filhos rapazes, um a caminho dos 14 e outro dos 10. Só de ver o que escreveste sobre os adolescentes já estou a tremer. Socorro. Ninguém nos preparou para isto. É mais fácil fazer uma pavlova por dia...

Ana Luísa disse...

também costumo fazer este género de "empadas" em casa e sao deliciosas e muito boas para aproveitar restos.

boas receitas.

UA-16306440-1