quinta-feira, 26 de maio de 2011

Crostini de favas com cominhos, alho e manjerona




E lá estou eu de volta às favas!
Depois da salada e do arroz, este é o último round da sacada de favas que comprei na feira. Longe de mim querer massacrar-vos com tanto verde, mas é tudo a bem da frescura e do sabor....Vocês sabem.
No dia em que fiz estes crostinis estava um calor seco, abafado, mas no jardim sentia-se uma brisa suave.
O meu pequeno estúdio fotografico fica ao fundo do jardim . Enquanto tirei as fotos com tudo o que isso implica, ou seja, tempo, material, adereços e claro, comida, lá fora preparava-se um pequeno mas delicioso festim. Crostinis, azeitonas, queijo, uma salada de feijão verde (deixo aqui a receita em breve) e uma outra de folhas verdes e ervas aromáticas, mais pão, azeite e presunto. E esse foi o nosso almoço. Refrescado com cervejas bem geladas e chá de hortelã pimenta que o calor não estava para vinhos. A sombra fresca dos cedros era o toldo perfeito para um almoço al fresco. Esta mistura de favas transforma-se num petisco quando barrada numa fatia de pão torrado, coberto com mostarda de dijon. Mas não exagerem na mostarda. Se for demais, abafa todos os outros sabores e o pretendido é apenas que se complementem e enriqueçam.  São rápidos de fazer, tendo em conta que as favas já estavam cozidas, descascadas e devidamente guardadas numa caixa no frigorífico*, desde a noite anterior, e fáceis de pegar e comer, assim como quem não quer a coisa, à mesa ou no banco do jardim. Depois do trabalho fotográfico finalizado, o tempo deixou de existir. Éramos só nós, a brisa que vinha do mar, a sombra dos cedros e os crostinis como centro daquele pequeno mas delicioso festim.



*Convém dizer que se as guardarem no frio como eu fiz, devem tirá-las com tempo. Esta cobertura de favas deve ser comida à temperatura ambiente. O frio em demasia anula os sabores.












Crostini
Ingredientes:
Fatias de pão torrado (tipo cacete ou baguete)
200 g. de favas descascadas
2 a 3 dentes de alho
Azeite de boa qualidade (0,7% de acidez ou menos) a gosto
2 colheres de chá de cominhos
Sumo de 1/2 limão
Folhinhas de manjerona
Sal fino a gosto
Pimenta preta (1 pitada)
Mostarda de dijon




Preparação:
*Coza as favas em água e sal até ficarem tenras, entre 6 a dez minutos conforme o tamanho das favas. Espete um palito para ver se estão cozidas.
*Tire as favas do lume, escorra-as e passe-as por água fria, para que mantenham a cor.
*Descasque as favas, depois de cozidas é fácil, é quase como descascar tremoços.
*Numa taça junte as favas, azeite a gosto,( só para ligar e tornar a mistura mais macia, sem exageros. Vá juntando aos poucos e quando achar que está bom pare) os alhos ralados que podem ser 2 ou 3 conforme o gosto pessoal, os cominhos e o sumo de limão.
*Tempere a gosto com sal e pimenta. Apesar das favas terem sido temperadas na cozedura, talvez precisem de mais um pouco de sal depois de misturadas com os restantes ingredientes.
*Triture a mistura no liquidificador para uma textura de patê, ou então pise tudo num almofariz, de forma a que fique com pedaços inteiros de favas, para um pouco mais de textura. Eu preferi a segunda hipótese.
*Barre cada fatia de pão torrado com uma fina camada de mostarda de dijon e por cima espalhe a mistura temperada de favas.
*Se gostar, salpique com mais um pouco de alho ralado, um fio de azeite e com algumas folhinhas de manjerona.
*Sirva como petisco ou como entrada.



Print Friendly and PDF

8 comentários:

Carla disse...

Óptima sugestão, Mónica.
Adoro estes petiscos e estes crostini ficaram bem especiais.
Beijinhos

Marta Benicá disse...

Olá, passei para conhecer seu blog e suas receitas me encantaram, vou seguir, pois gosto de coisas boas. Um abraço, Marta. Venha me visitar também, será muito benvinda.

familia antunes disse...

As tuas sugestões nunca são maçadoras.... pelo contrário.... são muito construtivas... e é sempre uma maravilhosa surpresa vir até este cantinho...
Gostei destes crostinis... têm uma cor fantástica e uma textura perfeita...
Obrigado por partilhares...
Beijinhos nossos...

monica Pinto disse...

Olá Carla,
Obrigada! Eu acho os crostini um verdadeiro petisco e há tantas variantes que se podem experimentar.

Beijinhos


Olá Marta,
obrigada pela visita e

beijinhos

monica Pinto disse...

Obrigada família Antunes!

Beijinhos nossos :)

annemineli disse...

Canım;ellerine sağlık çok lezzetli görünüyor.Öptüm....

monica Pinto disse...

Anneminelli,

Tesekkur ederim!

saborcomletras disse...

Que sugestão maravilhosa! Abraços, Adriana.

UA-16306440-1