quarta-feira, 11 de maio de 2011

Douradas com funcho e limão







No dia 1 de Maio, às 8 da manhã, começamos na Sé do Porto o caminho português (do Porto) para Santiago de Compostela. E apesar de não ter precisado de um bilhete de avião nem de ter estado numa praia paradisíaca ou num centro cosmopolita com tudo o que de atrativo eles têm para oferecer, mesmo assim, esta foi a melhor viagem que já fiz. Depois de muitos quilómetros, muito verde, muitos pássaros, muitas peripécias,  muitos companheiros de caminho de muitas nacionalidades (portugueses a fazer o caminho desde o Porto éramos só nós) e pés e músculos doridos, chegámos no Domingo dia 8 de Maio a Santiago, onde ficámos até ao dia seguinte para assistir à missa do peregrino e despedirmo-nos de Santiago até à nossa próxima visita. E assim fica explicada a minha ausência de quase 15 dias do blog. Confesso que ainda estou em fase de adaptação à minha vida normal. Ainda me sinto cansada e um pouco "a leste do paraíso" mas ainda assim quis vir aqui hoje postar esta receita que deixei já fotografada antes de partir rumo à Galiza. E foi numa das caminhadas de preparação para o caminho que apanhei o funcho para esta receita. Eu vivo perto da praia e
 ao longo da costa em direção a Sul, ainda se encontram alguns terrenos cultivados, atravessados por ribeiras que vão dar ao mar. Numa das nossas "sessões de treino", descobrimos que na margem de uma dessas ribeiras, num sítio mais afastado, havia uma extensão de terra coberta de hortelã, aipo e funcho selvagem. Com o calor a libertar o perfume das ervas, descobrir aquele "jardim" não foi difícil. No dia seguinte comprei as douradas e com o funcho, limão, azeite, cebolas e sal  fiz a festa.
Apesar de preparado de forma muito simples o peixe ficou suculento e aromático, uma delícia. Para acompanhar fiz um arroz de alhos e uma salada com as ervas que tenho agora na horta, chagas, folhas de alface variadas, hortelã e coentros. Um almoço simples, leve e aromático.










































Ingredientes: 4 pessoas
2 douradas médias, já arranjadas,(sem escamas e sem tripa)
1 cebola grande cortada em rodelas
1 ramo (grande) de funcho
1 limão
12 cebolinhas (opcional)
Azeite de boa qualidade (0,7 de acidez ou menos)
Sal grosso a gosto
Pimenta preta a gosto

Preparação:
*Temperam-se as douradas com sal e sumo de limão e enche-se a barriga de cada uma delas com um pouco de funcho e 1 rodela de limão.
*Pré-aquecer o forno a 200º, marca 6 do fogão a gás.
*Numa assadeira faz-se uma "cama" com as rodelas de cebola e por cima põe-se bastante funcho.
*Põem-se as douradas na assadeira e cobrem-se com rodelas de limão e um pouco de funcho.
*Juntam-se as cebolinhas cortadas ao meio (se forem mesmo pequeninas, podem ficar inteiras), temperam-se com sal e pimenta preta e rega-se tudo com azeite.
*Vai ao forno por 25 a 30 minutos.





Print Friendly and PDF

15 comentários:

saudosa disse...

Nunca comentei, mas hoje teve de ser....

Em primeiro lugar: excelente receita que hei-de experimentar no fds, pois à volta da minha casa tb cresce funcho selvagem!!!

Em segundo lugar: Parabéns por ter feito o Caminho! É ou não uma experiência inesquecível, que nos "lava a alma" e que nos recarrega as baterias para enfrentarmos mais batalhas (ou mais caminhos) na nossa vida?!

Por mim, estou desejosa da minha filha crescer mais um bocadinho para que me permita faze-lo de novo!!!

Ana Powell disse...

Olá Mónica
Fiquei encantada com a qualidade do teu trabalho.
Uma experiência magnifica, acompanhada por fotos fantásticas ♥

Ana Rita disse...

Fantástico!!!
As douradas devem ter ficado sublimes com tanto aroma da terra.
E Parabéns pela iniciativa de fazer o Caminho até Santiago!!

Bjoka
Rita

Célia disse...

Mónica, antes de mais parabéns pela coragem para esse grande feito que foi a viagem da tua vida.
Não o faria, mas admiro muito tem tem coragem para o fazer.

E essas douradas estão uma delicia de aspecto.
Não tenho funcho por aqui, será que com alecrim ficará bom?.

Beijinhos

Marmita disse...

Que lindas imagens.. super dramáticas.. adorei, parabéns! beijos

Cidália disse...

Que douradas magníficas.
A reportagem, como sempre está brilhante.
Beijinhos

familia antunes disse...

A vida quando preenchida com experiências plenas é sem dúvida uma vida cheia...
Uma sugestão simples, saborosa mas muito especial...
Anotadíssima.... cá em casa vai ser sucesso garantido...
Mais uma vez obrigado por partilhares...
Beijinhos nossos...

Agulhas e Botões disse...

Olá!
Comecei a seguir o teu blog há poucos dias... tens com cada coisa mais apetitosa :))

E peixe com aspecto delicioso, tanta gente que não gosta de peixe... porque não experimentou uma destas tuas receitas.
Até deixam água na boca.
Obrigada :))

Mané disse...

Muitos Parabéns, belas fotos, apelam a experimentar a receita,
Obrigada

joão - flavors and senses disse...

olá,
o seu blog está fantástico, excelentes receitas e belíssimas fotos. gostei mesmo muito =)

Nane Cabral disse...

Que belas fotos! Beijinhos, Nane www.vovoqueensinou.blogspot.com

monica Pinto disse...

Olá Saudosa,

Antes de mais obrigada! Quanto ao caminho, é realmente uma experiência única. Só sei que mais cedo ou mais tarde quero fazê-lo de novo mas com os meus filhos. Vamos lá a ver se os convenço :)

Beijinhos


Olá Ana,

Obrigada pelas palavras tão simpáticas.

Beijinhos


Olá Ana,

Obrigada pela simpatia e pela visita.

Beijinhos


Olá Célia,

Obrigada pelas tuas palavras! Quanto ao alecrim, eu pessoalmente prefiro usá-lo na carne. Já o funcho combina muito bem com peixe.Nos hipermercados já se encontram à venda ramos de funcho embalados, se tiveres oportunidade de comprar, experimenta que fica muito bom.

Beijinhos


Olá Marmita,

Obrigada! Fico contente por teres gostado.

Beijinhos


Olá Cidália,

Obrigada pelas palavras tão simpáticas!

Beijinhos


Olá para toda a família Antunes,

É sempre bom ver-vos por aqui. Espero que gostem da receita e beijinhos nossos para vocês também.


Olá Agulhas e botões,

Eu é que agradeço! É bom saber que aprecias o blog.

Beijinhos


Olá Mané,

Muito obrigada, pelo comentário tão simpático e também pela visita!

Beijinhos


Olá João,

Fico muito contente por saber que gosta do que faço.Obrigada!

Beijinhos


Olá Nane,

Obrigada!

Beijinhos

Marta Benicá disse...

Adorei a receita, devia estar muito saborosa. tenha um bom fim de semana. Abraços, Marta.

monica Pinto disse...

Olá Saudosa,

Antes de mais obrigada pelo apreço.
Quanto ao caminho, fazê-lo é realmente uma experiência única e mágica que espero voltar a repetir mais cedo ou mais tarde, só espero convencer os meus filhos a fazê-lo também, para que possámos ir todos juntos.

Beijinhos


Olá Ana Powell,

Obrigada pelo comentário tão simpático e pela visita.

Beijinhos


Olá Ana Rita,

Obrigada Ana, pela simpatia e pela visita.

Beijinhos


Olá Célia,

Obrigada! Apesar da simplicidade, fazer o caminho foi realmente a melhor e mais profunda viagem que já fiz.
Fico contente por saber que gostaste da receita.

Beijinhos


Olá Marmita,

Obrigada!É bom saber que gostaste.

Beijinhos


Olá Cidália,

Obrigada! É bom saber que aprecias o que faço.

Beijinhos


Olá Família Antunes,

É sempre bom ver-vos por aqui! Eu é que agradeço a vossa simpatia e já agora beijinhos nossos para vocês também.

Olá Agulhas e botões,

Eu é que agradeço a simpatia e a visita.

Beijinhos


Olá Mané,

Obrigada pela visita e pela simpatia.

Beijinhos


Olá Marta,

Obrigada e continuação de um bom fim de semana.

Beijinhos

Mané disse...

Vim dizer obrigada por me ter inspirado :)
Aqui está o meu resultado (TODOS gostaram bastante)
:)
http://obolodatiarosa.blogspot.com/2011/06/douradas-com-endro-e-limao.html

UA-16306440-1