segunda-feira, 3 de Dezembro de 2012

Charlotte de maça # Apple charlotte




Não sei se é do ano estar a acabar mas de alguma forma sinto a necessidade de por as coisas em dia, de finalmente fazer pelo menos algumas das receitas que tenho adiado ao longo dos últimos... sim, dos últimos anos. É verdade, a lista de espera está longe de terminar.

A charlotte de maça é mais uma daquelas sobremesas tipo, "cenas do campo inglês, chávenas de chá a fumegar, uma lareira acesa e um cão aos meus pés", tudo coisas que estes dias frios me lembram ainda mais. A parte do "chá a fumegar e da lareira acesa" arranja-se e sorte a minha, "um cão aos meus pés" também! Nem sempre nos sítios mais convenientes e a deixar tufos de pêlo em tudo que é canto, é verdade, mas também que piada é que a vida tinha se tudo fosse perfeito? Quanto às "cenas do campo inglês",  apelar para a imaginação é bom e recomenda-se que é para isso mesmo que ela serve. E por fim, tal como no começo, a charlotte.

Ao fazer a charlotte e sem ter pesquisado sobre a sua origem, ocorreu-me que esta seria a abordagem típica à tarte de maça, por parte de alguém que não sabendo fazer uma massa areada ou até folhada, arranjou uma forma simples de a tentar substituir. É claro que pode apenas ter sido a necessidade de aproveitar umas sobras de pão. E é claro ainda que nada disto é verdadeiramente importante, apenas faz parte dos meus devaneios, pensamentos que surgem do nada enquanto cozinho, ou se preferirem, confissões de alguém um pouco obcecado! Nada que vocês já não soubessem, verdade?


In english
I don´t know if it´s the fact of the year´s end is just around the corner, but somehow I feel the need to catch up, to finally make some of the recipes I postponed over the past... yes, over the past few years. It´s the truth, the recipe waiting list is far from terminate.

Apple charlotte is one of those " scenes of the english countryside, cups of steaming tea, a roaring fireplace and a dog at my feat" type of dessert, all things these cold days remind me even more. The steaming tea and fireplace part can easily be arranged, and lucky me, the dog at my feet too! Not always in the more convenient corners of the house, and dropping clumps of fur along the way, it´s true, but what would life be without these small imperfections? A lot boring, right? As for the "english countryside scenes" appealing to the imagination is always a good option, one to be recommended. And then there´s the charlotte.

While making the charlotte and being unaware of it´s origin, it occured to me that this would be the typical approach to apple pie, by someone who didn´t know how to make a pie crust, finding a simple way of replacing it. Of course it may just have been the need to use some leftover bread, what led to this recipe. And yet it is clear that none of this is really important, is just part of my musings, thoughts that came out of nowhere while I cook, or if you prefer, confessions of someone a little obsessed ! Nothing you didn´t already know, right?







Charlotte de maça

Para esta receita aumentei a quantidade de maças que quanto a mim era pequena tendo em conta a quantidade de pão e juntei canela ao recheio porque adoro receheios de puré de maça com canela. A receita pedia apenas manteiga derretida para o pão mas pincelei um pouco de clara de ovo nas junções para ajudar a selar  a charlotte, de forma a que o recheio não saia durante a cozedura.


Receita adaptada do livro "Doze meses de cozinha"

Ingredientes:
1 embalagem de pão de forma - 450 g
120 g de manteiga derretida + para untar a forma
1 clara de ovo ligeiramente batida
Açúcar demerara para polvilhar
Recheio:
1,2 kg de maças (usei starking e golden)
100 g de açúcar
1 colher de chá de canela em pó
30 g de manteiga
Raspa de meio limão
1 dl de água

Preparação:
*Unte uma forma de fecho (20 cm de diâmetro) com manteiga.
*Apare as fatias de pão e corte-as de maneira a forrar a base e os lados da forma, juntando as fatias o mais possível. Pincele todo o pão com manteiga derretida e de seguida pincele as junções das fatias com clara de ovo para selar e reserve a restante clara para o topo.
*Descasque as maças e tire-lhes o caroço, corte-as em fatias finas. Num tacho coloque as maças e os restantes ingredientes (menos a canela).
*Deixe cozer em lume médio com o tacho destapado até as maças ficarem bem tenras, mexendo de vez em quando para que cozinhem por igual, cerca de 15 a 20 minutos.
*Deixe arrefecer, esmague as maças, junte-lhes a canela e mexa. Recheie a forma de pão com o puré de maça que deve ficar ao mesmo nível da parede de fatias de pão, se for preciso apare as fatias com uma faca.
*Pré-aqueça o forno a 180º, marca 4 do fogão a gás.
*Cubra o recheio com fatias de pão de forma, dando-lhes a forma que mais gostar e pincele com a restante manteiga derretida. Por fim, pincele com a restante clara de ovo e polvilhe com açúcar demerara.
*Leve ao forno até o pão tostar, cerca de 15 a 20 minutos, depende dos fornos.
*Tire do forno e desenforme apenas depois de arrefecer totalmente, ou o pão vai desfazer-se em migalhas.
* Sirva com natas, ou como eu prefiro, com iogurte natural.



Apple charlotte

I´ve used more apples for the filling than it was requested by the recipe, because I felt it was not enough for the amount of bread. I also added cinnamon to the filling because I absolutely love apples and cinnamon together, feel free to discard it if you prefer. I also brushed the bread with egg white, which helps to seal the tart.

Slightly adapted from the book "Doze meses de cozinha"

Ingredients:
450 gr of sliced white bread
120 gr melted butter
1 egg white slightly beaten
Demerara sugar for sprinkling
Filling:
1,2 kg apples (I used starking and golden)
100 gr caster sugar
1 tsp cinnamon
30 gr butter
Zest of 1/2 lemon
1 dl water

Preparation:
*Butter a 20 cm springform tin.
*Cut off the bread crust and trim it, in a size and shape suitable for lining the sides and bottom of the cake tin. Keep a few slices for the top.
*Butter the slices of bread, leaving some butter for the top of the charlotte. Once the butter hardens, brush the junctions of the bread slices with the egg white to seal the cake.
*Peel and core the apples, cut them into 4 and slice them thinly.
*Put the apples, sugar, zest, butter and water in a pan and cook slowly in low heat, uncovered, until very soft, mixing from time to time so the apples cook evenly, about 15 to 20 minutes. Remove from the heat and mix in the cinnamon. Let it cool before filling the charlotte.
*Spread the filling inside the bread tin, keeping in mind that the filling must be at the same level as the bread slices, trim the bread with a knife if needed.
*Preheat the oven to 180º, 350 f, gas mark 4.
*Top the apple purée with the remaining bread slices, butter the bread and then brush the junctions with the egg white. Sprinkle with demerara sugar and bake for 15 to 20 minutes, or until the bread is toasted and golden brown.
*Remove from the oven and let it cool completly before unmolding, otherwise the bread will crumble.
*Serve with whipped cream or, as I prefer, with plain yogurt.





Print Friendly and PDF

11 comentários:

Quélih disse...

que delicia!

Ana Cooks disse...

um pequeno pedaço de céu!

LiBelinha disse...

Eu adorei a ideia e sim, talvez tenha sido inventada para aproveitamento de sobras de pão, aliás há vários bolos confecionados com esse propósito. A minha mãe fazia charlottes, mas eu confesso que nunca tentei. Também tenho receitas à espera de tempo para as fazer!! Esta charlotte está linda e com ar apetitoso, a combinação da maça com a canela é perfeita para isto.
As fotos estão sempre fantásticas :)
Bjns
Isabel
http://emocaoascolheradas.blogspot.pt/

Rita Castro disse...

Nunca vi tal receita e nunca me iria lembrar de fazer tal coisa, mas a verdade é que tem bastante aspecto. E de facto, desastrosa a fazer massas como sou, acho que o pão de forma é uma óptima forma de contornar tal obstáculo.

Ficou linda.

Bons cozinhados! *

Addicted disse...

Adorei a receita, super prática!
beijinhos,
Addicted
http://cookaddiction.blogspot.pt/

Mafalda disse...

que maravilha... :)
bjs

A Delicodoce disse...

Lindo! Lindo! Lindo!
Adorei!!!
Boa semana e beijinho.

Ricardo Tiago disse...

uma maravilha.
Beijinhos

António Jesus Batalha disse...

Estou a visitar alguns blogs, e tive o privilégio de encontrar o seu, vi na pagina inicial o que escreveu, e como gostei folheei mais algumas páginas e fiquei maravilhado pelo que vi e li.
Dou-lhe os parabéns, mas queria deixar um apelo continue assim dando sempre o melhor, boas mensagens, bons temas. Gosto de escrever, mas também gosto de ler bons temas, por isso é que parei aqui.
Meu nome é: António Batalha.
Sou um servo de Deus,e deixo aqui a minha bênção,que haja paz,amor na sua vida, muita saúde e felicidade.
PS. Se desejar seguir meu blog faça-o de forma a que eu possa seguir o seu blog também.

A Meu Gosto disse...

Sem dúvida que acompanhado com um bocadinho de iogurte deve ser fantástica a charlotte :D
beijinho

dicionariogastronomico disse...

se é típica ou não não sei, mas esta tua versão de charlotte encheu-me as medidas :)
um beijinho,
Margarida

UA-16306440-1