segunda-feira, 14 de Janeiro de 2013

Sopa de peixe porco # Gray triggerfish soup




Talvez ainda se lembrem de eu vos ter falado das sopas leves e virtuosas que vieram suavizar os primeiros dias do ano. Bom, esta é uma delas.
Bem cedo, numa destas manhãs de Sábado, fizemos por esquecer o frio gélido de Inverno e fomos até à lota de Matosinhos.  Lá dentro o ambiente era o de sempre. Muito barulho, muita água a correr no chão e os atropelos ocasionais da gente que passa num vai e vem constante. Nada de novo, a não ser um peixe que eu nunca tinha visto antes. O peixe porco. Quando o vi na banca, a primeira coisa que pensei, não foi se seria muito ou pouco saboroso. O meu caso com este peixe começou pela aparência, eu sei que pode parecer um pouco fútil (ou não) mas a primeira coisa que pensei quando o vi, foi: "Este peixe é fotogénico!". Escolhido o peixe, ouvi atentamente as instruções para arranjá-lo. A vendedora que já se preparava para transformar o peixe em filetes, ficou um pouco incrédula quando lhe disse que o queria inteiro. "Mas ó menina (?), olhe que a pele é muito dura e tem mesmo de a tirar!". Tranquilizei a senhora dizendo-lhe que já tinha esfolado vários espécimes, incluindo outros peixes e até um coelho!  Agradeci a atenção e saí da lota.

Já em casa e depois de fotografado e preparado, descobri que para além de fotogénico, este peixe é também muito saboroso. Dele fiz quatro filetes e com a cabeça e espinha, fiz esta sopa super reconfortante. Uma versão de peixe e um pouco mais espevitada da canja. Um dos melhores remédios caseiros para combater o frio e a vontade de comer :)


In english
Perhaps you remember the light and virtuous soups I told you about last week, which came to soothe the first days of this year. Well, this is one of them.
In one of these early Saturday mornings, we made our best to forget about the icy cold of Winter and went to Matosinhos fish market. Inside the atmosphere was the same as usual. Too much noise, too much water running on the flour and the occasional trampling of peolple in a constant coming and going. Nothing new, except for a fish I had never seen before. The gray triggerfish. When I saw it on the fishstand, the first thing I thought about had nothing to do with taste, or recipes. My case with this fish began because of his good looks. I know it may seem a bit futile, but the first thing I thought the moment I saw it, was: "This fish is photogenic!" After the fish was chosen, I listen carefully to the instructions to prepare it. The fishmonger that was already preparing to turn it into fillets, was a bit incredulous when I told her I wanted the fish as it was, whole. "But oh missy (?), that skin is very hard and you really have to take it off!". I reassured the lady by telling her I had skinned other specimens  before, including fishes and even a rabbit! I thank her the attention and left the fish market.

Back home and after being photographed and prepared, I came to find out that besides photogenic, this fish is also really tasty. I made four fillets out of it and with the head and bones I made this super comforting soup. A fish and more cheeky version of our canja. One of the best home remedies to fight the cold weather and the urge to eat :)









Sopa de peixe porco

Não se deixem enganar pela simplicidade desta sopa. É saborosíssima. No entanto deve ser comida fresca (tal como o peixe) no momento que é cozinhada. Aquecer ou congelar são duas palavras que não se devem usar com esta sopa.


Ingredientes: 4 pessoas
Peixe porco (cabeça e espinha)
1 cebola pequena picada finamente
2 dentes de alho ralados
1 folha de louro
3 hastes de salsa
1 colher de sopa de azeite
1 lata de tomate em pedaços (400g), bem picado
100 g de fregola sarda (pode substituir por outro tipo de massa pequena)
1 colher de sopa de coentros picados
Sal a gosto
1 colher de chá de grãos de pimenta preta
Coentros para servir
Pimenta preta acabada de moer para polvilhar

Preparação:
*Depois de retirar a pele, a cabeça e a espinha ao peixe, leve a espinha e a cabeça ao lume com 2 lt de água, a folha de louro, a salsa e os grãos de pimenta preta. Deixe levantar fervura, baixe o lume para o mínimo e cozinhe por 1 hora. Este caldo vai ser a base da sopa.
*Passada 1 hora, tire do lume, deixe arrefecer um pouco, coe o caldo e reserve. Retire a carne da cabeça e da espinha do peixe e guarde para juntar à sopa mais tarde.
*Aqueça o azeite e aloure a cebola, assim que estiver macia e transparente, junte-lhe os alhos ralados, mexa e junte o tomate e o caldo. Deixe levantar fervura e tempere com sal a gosto. Junte a fregola ou outra massa que tenha escolhido e cozinhe até a massa estar praticamente cozida, junte os coentros e por fim os pedaços de peixe, deixe ferver 1 ou 2 minutos e está pronta.
*Sirva polvilhada com coentros e se gostar com pimenta preta acabada de moer.




Gray triggerfish soup

Do not be fooled by the simplicity of this soup. It´s sooo tasty. However it must be eaten the moment it´s made, really fresh just like fish should. Reheated or frozen are two words that shoudn´t be used along with this soup.

Ingredients:
1 gray triggerfish (head and bones)
1 small onion, finely chopped
2 garlic cloves, minced
1 bay leaf
3 springs of parsley
1 tbs olive oil
1 can of diced tomatoes (400 g ), chopped
100 g fregola sarda (you can use other type of small pasta)
1 tbs chopped coriander
Salt to taste
Black pepper
Coriander to serve
Freshly ground black pepper to serve


Preparation:
*Put the head and bones of the fish inside a big pan and cover with 2 lt of cold water. Add the bay leaf, black pepper and parsley, bring to the boil and cook for 1 hour. Remove from the heat, let it cool a bit and drain. Remove the meat from the fish head and bones and keep for latter.
*Heat the oilve oil and fry the onion until soft and translucent. Stir in the garlic and the tomatoes. Cover with the stock, bring to a boil and season with salt to taste. Add the fregola or other type of small pasta and cook until almost al dente. Stir in the tbs of chopped coriander and the pieces of cooked fish and boil for a couple of minutes.
*Serve with more coriander and freshly ground black pepper.





Print Friendly and PDF

10 comentários:

Marmita disse...

Mais uma das tuas perfeições! parabéns por tudo um beijo

Marlene Teixeira disse...

As fotografias são maravilhosas...
E a sopa deve ser muito saborosa!*

Raquel Alabaça disse...

O que eu gosto de peixe Porco!! Na minha zona há imensos e o meu marido também os traz quando vai fazer pesca submarina.

MAS ele é que os arranja, porque eu não consigo tirar-lhes a pela, conseguiste fazê-lo?

Adorei a sopa, um caldinho bem bom.

Mónica Pinto disse...

Raquel,

Sim, foi preciso um pouco de força mas lá consegui. A pele é realmente dura. Com o tratamento adequado de certeza que dá para fazer carteiras e sapatos :)

Susana Antunes disse...

Realmente o peixe porco é muito fotogênico :)
Já o tinha visto algures aqui em Espanha mas não sabia que dava tanto trabalho...
Gostei desta tua sugestão...
Perfeita para dias perfeitamente fríos...
Obrigado por partilhares...
Beijinhos e boa semana...

Ricardo Tiago disse...

que belo aspeto.
Beijinhos

Ondina Maria disse...

Tenho que concordar, o peixe em mesmo bonito! Ao olhar para ele assemelhou-se, na sua versão aquática, obviamente, à actriz Scarlett Johansson. Talvez seja a boca do peixe, ou outra parte, mas a verdade é que se a Scarlett fosse um peixe, seria um peixe porco!

Rochelle Ramos disse...

I've always wondered what this fish was. I've seen it all over in the markets here and when I ask meu marido what you use it in, he usually shrugs and tells me he doesn't know.

I'll have to pick one up next time I see it and try this gorgeous soup :)

Mafalda disse...

Nunca tinha ouvido falar desse peixe mas realmente é engraçado. Vou ver se quando for à praça vejo por lá um destes.. :)
beijinhos

Mónica Pinto disse...

Rochelle,
When you try it let me know what you think!
:)

UA-16306440-1