segunda-feira, 4 de Março de 2013

Uma sopa e duas receitas para a revista Activa # A soup and two recipes for Activa magazine





Há coisas na rotina de uma família que por serem tão rotineiras quase se tornam invisíveis. Estão sempre presentes mas talvez por isso mesmo nem sequer pensamos nelas. As sopas são assim. Fazem-se muito de improviso, depois de uma ida à feira ou depois de um passeio pelo terreno da sogra, assim, sem mais. Juntam-se os melhores vegetais disponíveis, acrescentam-se uns grãos, que até podem ser de arroz,ou não. Massas e até cereais integrais. Presunto, ovo cozido picado? Sim, por vezes. E assim se vão passando os dias com a certeza de que há sempre uma sopa quente, reconfortante e deliciosa por perto. No entanto poucas foram aqui publicadas. Havia sempre alguma receita mais interessante e as sopas foram ficando no emaranhado da rotina de todos os dias. Mas não hoje, não esta semana. Esta postagem tinha de ser sobre uma sopa. Uma sopa feita mais uma vez com o que encontrei na feira  - abóbora manteiga, a primeira que comprei a um lavrador, cebolas e nabos, um tão grande que parecia uma raíz de aipo - e com o que veio do terreno da sogra - espigos tenros e doces e uma lata de guardar grãos, antiga e já um pouco torta que resgatei e que agora mora com os outros adereços no estúdio. E grão porque é nutritivo e saboroso.
Uma sopa para todos os dias com um quê que a torna especial.

E esta semana tenho uma novidade para vos contar: Já está nas bancas a edição do 22º aniversário da revista Activa, que neste mês de Março - que é também o mês da mulher - é dedicada às "Mulheres com H" e nela estão incluídas duas receitas minhas. Duas receitas "alegres e doces" para todas as leitoras fiéis da revista feminina mais vendida em Portugal.

Parabéns a todas as mulheres e parabéns à revista Activa pelo 22º aniversário :))



In English
There are things in the routine of a family that for being so day to day, they become almost invisible. They are always present, so much so that we even don´t think about them. Soups are just like that. They are made impromptu, after a trip to the farmers market or to the mother in law´s garden. I gather the best vegetables available, add a few grains which may even be of rice,or not. Pasta and whole grains. Ham, chopped boiled egg? Yes, sometimes. And so the days go by with the certainty that I´m only a step away from a hot comforting bowl of delicious soup. However few have been posted here. There was always a more "interesting" recipe to share and soups remained tangled in the everyday routine. But not today, not this week. This post had to be about soup. A soup made once again with what I found at the farmers market - butternut squash, onions and turnips, one so big that it looked like a celery root - and what came from my mother in law´s garden - some sweet, tender collard greens sprouts and also an old and crooked grain tin that I rescued and now lives with the other props in the studio - and some tasty, nutritious chickpeas.
An everyday soup with a twist that makes it special.

And this week I have some exciting news: It´s already out the 22th anniversary edition of Activa magazine. Being this (March) the month of  women´s history, this special issue is dedicated to all of us women and (tcha na na na!)  it includes two recipes and photos of mine. Two " happy and sweet" recipes for all the faithful readers of the best selling portuguese women´s magazine.

Congrats to all women and to Activa magazine for the 22th anniversary :))







Aqui estão as fotos a solo.












Sopa de abóbora manteiga, espigos e grão com cominhos

Eu mantenho-me fiel ao hábito de só usar leguminosas secas. São muito mas mesmo muito mais saborosas e cozê-las não é nenhum bicho de sete cabeças. Só é preciso tempo e enquanto se preparam os vegetais para a sopa o grão num instante se coze. Quase nem se dá por isso.


Ingredientes:
1,5 kg de abóbora manteiga, já descascada, sem pevides ou filamentos, cortada em pedaços
200 g de cebola cortada em pedaços
350 g de nabos descascados e cortados em pedaços
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de chá de cominhos + para polvilhar
100 g de grão de bico seco
Espigos de couve (as pontas que são mais tenras)
1 dente de alho picado
Azeite
Sal a gosto

Preparação:
*Na noite anterior coloque o grão a demolhar em água fria.
*Coza o grão até ficar tenro, cerca de 30 m. a 1 hora (depende dos grãos). Tempere com sal nos últimos minutos de cozedura para que os grãos não endureçam.
*Coza os espigos.  Só precisam de cozer cerca de 10 minutos por isso pode juntá-los ao grão no mesmo tacho. Reserve a água da cozedura para juntar à sopa mais tarde.
*Numa panela coloque as 2 colheres de sopa de azeite, aqueça bem e frite a cebola até ficar translúcida, junte os cominhos mexa e junte os restantes ingredientes. Cubra com água, só a cobrir os vegetais porque depois ainda vai juntar a água da cozedura do grão e dos espigos.
*Deixe cozer até tudo estar tenro, tempere de sal, passe com a varinha mágica e junte a água da cozedura do grão, se for necessário junte um pouco mais de água simples.
*Num tachinho aqueça um pouco de azeite (1 colh. de sopa) e junte o alho, mexa e junte logo o grão e os espigos, mexa para envolver e retire do lume.
*Sirva a sopa com montinhos de grão e espigos salteados em azeite e alho e polvilhe com um pouco de cominhos.



Butternut squash soup with chickpeas, collard greens sprouts and cumin

I´m faithful to the habit of soaking and cooking dried pulses or grains. They are so but so much tastier. So much have been said and written about cooking chickpeas but it is so simple. All you need is a bit of time. Cook the chickpeas while you prepare the vegetables and before you know it it´s done.

Ingredients:
1,5 kg butternut squash, seeded, peeled and diced
200 g onion, peeled and cut into pieces
350 g turnips, peeled and cut into pieces
2 tbs olive oil
1 tsp cumin + to sprinkle
100 g dried chickpeas
A few collard greens sprouts (the tips)
1 gralic clove chopped
Olive oil
Salt to taste

Preparation:
*The night before put the chickpeas inside a bowl with cold water to soak.
*Cook the chickpeas for 30 m to 1 hour until tender (it depends on the quality of the chickpeas). Season with salt only at the last minute of cooking.
*Cook the sprouts, they only need about 10 minutes, you can cook them in the same pan with the cickpeas when they are almost tender. Drain but keep the water to add to the soup later.
*In a heavy bottomed pan put the olive oil and take to the heat, add the onion and cook until translucent, sprinkle with the cumin, give it a stir and add the remaining vegetables. Pour some  water, just enough to cover the veggies.
*Cook until tender, season with salt and blitz the soup. Add the  chickpeas/sprouts water until the soup becomes smooth and velvety. You can add a bit of simple water if you think it needs it.
*Heat a bit of olive oil in a saucepan and sautée the garlic for a few seconds, add the chickpeas and sprouts and stir just to blend the flavors. Remove from the heat.
*Serve the soup with the chickpea/sprout mixture on top and sprinkle with cumin.





Print Friendly and PDF

13 comentários:

Andreia disse...

Parabéns Márcia!

Isabel Salvador disse...

Parabéns ;), que receitas deliciosas, belas fotos ...bjokitas

Francesca in the kitchen disse...

Congrats!!!
Beautiful recipes!

Joana (Palavras que enchem a barriga) disse...

Ficou com um aspecto delicioso, adoro sopa com grão :D

Muitos parabéns pela publicação das receitas :D

Beijinhos e tem uma óptima semana! :)

p. disse...

Sopa de abóbora manteiga é tão bom!

Parabéns pela publicação! :)

Ondina Maria disse...

Essa sopa captou a minha atenção: abóbora e grão, que mais podemos querer para estes dias frios?
Uma cor linda, a fazer lembrar que o sol dourado há-de voltar para nos aquecer )

Ana 100 Sentidos disse...

Maravilhoso como sempre!
Parabéns.

Receitas de Sedução disse...

Parabéns! Uma delicia de certeza!

Beijinhos

Rochelle Ramos disse...

Gorgeous photos and delicious looking sopas! Congrats on both being featured in Activa too :)

Anónimo disse...

Parabéns mais uma vez Mónica e parabéns a nós, mulheres, que tanto fazemos pelos nossos.
(Ah!Fiz as bolachas no fim de semana e as filhas adooooraram.) Obrigada e beijinhos.
Ana Martins

Mónica Pinto disse...

Andreia,(eu sei que querias dizer Mónica ;)
Isabel,
Francesca,
Joana,
Portentoso,
Ondina,
Ana,
Rceitas de sedução,
Rochelle,

Obrigada pelos vossos comentários, deixaram-me com um GRANDE :D

Ana Martins,
Muito obrigada Ana! E que bom saber que as suas meninas aprovaram as bolachas. Gostei muito de receber o seu feedback :)

mel de carvalho disse...

Mónica,

porque cozinhar é uma forma diferente de fazer poesia;

porque a leio e a referencio hoje usando uma foto sua;

porque é mulher e hoje é o nosso dia (e os outros de igual modo)

deixo-lhe um abraço e o meu obrigada

bem haja
Mel (noitedemel.blogspot.com) ou no link abaixo

Flora Souza disse...

Desde o Brasil mando meu abraço pelas receitas e maravilhosas fotos!
Continua assim, é um presente para nós!
Flora

UA-16306440-1