segunda-feira, 23 de março de 2015

Falafel integral de feijão preto # whole wheat, black bean falafel




Não é segredo que aqui, deste lado do ecran vivem carnívoros felizes. Também se gosta  muito de couve galega e outros ingredientes "deliciopoderosos", é verdade, mas em compensação, faz-se questão de manter em alta o consumo de doses generosas de chocolate. Bebe-se um sumo natural ou uma garrafa de vinho com a mesma alegre satisfação. E os bolos, salvo raras exceções, continuam a ter açúcar refinado na lista de ingredientes. No entanto e de vez em quando, viramos tudo de pernas para o ar, respiramos fundo e entramos em modo refeições verdes e virtuosas, e nem sequer importa que seja apenas por um dia, uma espécie de eco residual vindo algures dos anos noventa, aquando da minha tentativa (falhada) de me tornar macrobiótica.
Num dia mau, a generation gap que por aqui está sempre em estado latente manifesta-se, e entre garfadas indulgentes, os meus rapazes perguntam-se se se trata mesmo de uma refeição ainda mais saudável ou se é a resposta maternal a algo que fizeram de errado.
Mas depois lá vem um dia bom. Como aquele em que uns falafel integrais de feijão preto, recheados com ervas frescas e o sabor quente dos cominhos, conquistam igualmente as duas gerações que dão vida e cor a esta casa. Nesses dias apetece-me aproveitar a embalagem e pondero seriamente a mudança gradual de regime alimentar mas depois e à medida que a poeira do entusiasmo vai assentando, começam a vir à superfície imagens tentadoras de cozidos à portuguesa, papas de sarrabulho e galinha assada com limão, tomilho e alecrim. E é aí que eu sei que está na hora de voltar a ser uma carnívora feliz, sabendo com certeza que outros dias verdes/virtuosos estão algures guardados no meu futuro :)



In English
It´s no secret that here, on this side of the screen lives a bunch of happy carnivores. We are big fans of kale and other "delishpower" foods, is true, but still we make a point in keeping high the consumption of generous doses of chocolate. We drink a natural juice or a bottle of  wine with the same happy satisfaction. And the cakes, with few exceptions, continue to have refined sugar in the ingredients list. However and from time to time we turn everything upsidown and enter into green and virtuous meals mode and it doesn´t even matter that it´s only for a day, a kind of residual echo coming somewhere from the nineties, when my (failed) attempt to became macrobiotic took place.
On a bad day, the generation gap that here is always latent, manifests itself and between indulgent mouthfuls my boys wonder if it´s really an even more healthy meal or whether it is the maternal response to something they done wrong.
But then there comes a good day. As the one in which some whole wheat, black beans falafel, stuffed with fresh herbs and the hearty flavor of cumin, conquer equaly the two generations that give life and color to this house. On those days I ponder seriously a gradual change of diet but then and as the dust of enthusiasm begins to settle down, tempting images rise to the surface: Portuguese boil (boiled cow´s, chicken´s and smoked meats and vegetables), sarrabulho rice (rice made with pork´s meat and blood) and roasted chicken with lemon, thyme and rosemary. And that´s when I know it´s time to go back to being a happy carnivore, knowing for sure that other green/virtuous days are kept somewhere in my future :)










Ingredientes: cerca de 15 a 16 falafel
200 g de feijão preto seco
1 cebola média picada
2 colheres de sopa de salsa picada
1 colher de sopa de coentros picados
2 dentes de alho ralados
1 colher de chá de cominhos
1 colher de chá de fermento em pó
4 colheres de sopa de farinha de trigo integral
Sal a gosto
Pimenta preta a gosto
Óleo vegetal a seu gosto ( eu uso óleo de girassol)
Molho de iogurte:
100 ml de iogurte natural
1 dente de alho picado
Pitada de sal
Umas gotas de sumo de limão

Preparação:
*Coloque o feijão em água fria durante a noite. No dia seguinte coza até ficar macio, junte sal à água de cozer o feijão já quase no fim da cozedura. Guarde um pouco da água da cozedura.
*Num processador coloque o feijão cozido, a salsa, os coentros, os cominhos, a cebola picada, os alhos, o sal e a pimenta. Triture até tudo ficar ligeiramente desfeito, junte o fermento e a farinha e volte a triturar até tudo estar ligado. A mistura pode ser um pouco difícil de triturar, se necessário junte 1 a 2 colheres de sopa da água da cozedura do feijão  mas não mais do que isso.
*Molde bolas pequenas com a massa e frite em óleo bem quente até alourarem. Escorra o excesso do óleo colocando os falafel em cima de papel de cozinha.
*Faça o molho de iogurte juntando todos os ingredientes e mexendo.
*Sirva dentro de pão pita aquecido e com pedaços de tomate, folhas verdes e pepino.
 *Salpique com o molho de iogurte.




Ingredients: about 15 to 16 falafel
200 g black beans
1 medium onion, chopped
2 tbsp choped parsley
1 tbsp chopped cilantro
2 cloves of garlic, minced
1 tsp cumin
1 tsp baking powder
4 tbsp whole wheat flour
Salt to taste
Black pepper to taste
Vegetable oil of your choice to fry (I use sunflower oil)
Yogurt sauce:
100 ml plain yogurt
1 garlic clove, minced
A few drops of lemon juice
Pinch of salt

Preparation:
*Soak the beans over night. The next day cook them in a pot with water until really soft, season the cooking water with salt at the last minute, otherwise the pulses will harden up. Keep some of the cooking water.
*Put the beans, onion, garlic, herbs, cumin, salt and pepper inside a food processor and process until it resambles small crumbs.
*Add the baking powder and flour and process until a ball forms. The mixture may be a bit hard to process,  to make it easier you can add 1 to 2 tbsps of the pulses cooking water but not more.
*Shape the dough into small balls and deep fry them in hot vegetable oil, until crisp. Put them on top of kitchen paper to drain the excess of oil.
*Make the yogurt sauce by mixing all the ingredients together.
*Serve with warm pita bread, slices of tomato,  cucumber and green leaves.
*Drizzle with the yogurt sauce.

Print Friendly and PDF

2 comentários:

Ana Teles disse...

Já provava!

______________________
Ana Teles | blog: Telita na Cozinha

feedly - bloglovin' - Facebook


Clara Brito disse...

Gosto muito de fallafell. Achei estranha a cor mas pelos ingredientes provava. :-)

Beijinhos,
Clarinha

http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/03/lasanha-de-beringela-e-carne-com.html

UA-16306440-1